Tel: +34 932 310 811 - surisa@surisa.es

Tinta termocromática

Determinadas estruturas necessitam de um controlo de temperaturas extremamente altas. Trata-se de estruturas em que não se podem usar sensores convencionais e, em contrapartida, uma tinta termocromática é ideal.

Os motores aeroespaciais, oleodutos ou plataformas petrolíferas no meio do oceano necessitam de um controlo continuado em determinados pontos, como as zonas de soldadura.

O difícil acesso exige um controlo térmico totalmente desassistido, como, por exemplo, no caso de estruturas sob a água do mar onde a corrosão torna ideal o uso de uma tinta já preparada para resistir à mesma.

Se necessitar de comprar tinta termocromática, está no sítio adequado, dado que a nossa tinta termossensível é a primeira fabricada com uma alta resistência em ambientes hostis.

A melhor seleção de tinta termossensível

A decisão sobre qual é o tipo de tinta ideal para uma aplicação concreta não é uma tarefa simples. É necessário analisar o nível de temperatura a controlar, juntamente com os tempos de exposição a tais temperaturas. Além disso, devem-se considerar os materiais sobre os quais se aplicará a tinta e o ambiente em que estarão. Recomendamos que contactem os nossos especialistas, dado que eles podem proporcionar a melhor recomendação desde o ponto do produto até à aplicação do mesmo e procurando o preço mais favorável da tinta termocromática. Não obstante, nas secções seguintes encontrará informações mais detalhadas que podem servir de ajuda.

Características principais da tinta termocromática

Destacamos em seguida as propriedades básicas da tinta termocromática:
  • Não necessitam de primário para a maioria das superfícies.
  • Tempo de reação rápido.
  • Alto rendimento em ambientes normais e hostis.
  • Ideal para a elaboração de perfis térmicos.
  • Claro e intenso contraste de cor.
  • Resistente a óleo, vapor e água.
  • Não requerem aditivos.
  • Variedade de tintas: de uma só mudança ou MUDANÇA SIMPLES e com várias mudanças sucessivas de cor ou MULTIMUDANÇA.

Aplicações principais da tinta termossensível

O desenvolvimento da tinta termossensível surgiu face à necessidade de monitorizar a temperatura de superfícies submetidas a altíssimas temperaturas.

A superfície de um motor de reação ou de uma turbina de gás alcança temperaturas muito hostis. Por isso, a tinta termocromática é uma ferramenta muito valiosa para se conhecer o perfil térmico e se detetarem defeitos na sua estrutura complexa, tendo em vista prevenir um acidente fatal. Posteriormente, devido à necessidade de se manter a supervisão e o controlo continuado do estado de estruturas como as condutas de plataformas petrolíferas - submetidas à influência da água do mar – foram desenvolvidas tintas resistentes à corrosão.

Requisitos da tinta termocromática

As condições de trabalho da tinta termocromática obrigam a que se tenham presentes determinados requisitos para se obterem resultados ótimos nos nossos perfis térmicos. Este tipo de sensor é comercializado com uma detalhada ficha técnica em que se especificam todos os detalhes necessários para se obter o mais alto rendimento:
  • Cor inicial: cor de base da tinta antes de ser submetida a altas temperaturas.
  • Primeira mudança de cor: primeira mudança de cor que ocorrerá no início do aumento da temperatura.
  • Temperatura de segurança: informa-se sobre a temperatura a partir da qual a tinta começará a apresentar mudanças de cor em função do tempo.
  • Detalhes técnicos: composição, cobertura, aptidão contra corrosão e instruções básicas de uso.
  • Tabela de cores: no caso da tinta multimudança inclui-se a relação de temperaturas de mudança e cores associadas, além da lista de cores elaborada em Nimonic 90. Se a superfície for de outro material, serão efetuados testes prévios de verificação para se comprovarem as cores da superfície em questão.
  • Perfil de calibragem: este gráfico permite o conhecimento da evolução das mudanças de cor da tinta, em relação ao tempo que vai decorrendo.