Tel: +34 932 310 811 - surisa@surisa.es

Controlo de temperatura em incubadoras

A temperatura de uma incubadora é um fator determinante para se conseguir um funcionamento ótimo da mesma. Por esta razão, é importante que se tenham em conta certos aspetos fundamentais que lhe iremos explicando ao longo das secções seguintes.

De igual modo, é imprescindível que se esclareça que o controlo eficaz da temperatura é sempre sinónimo de apostar na melhor opção possível, para conseguir fazer com que a sua incubadora lhe permita obter os resultados previstos, assim como conseguir fazer com que, através de sensores e indicadores de temperatura, lhe seja muito mais fácil certificar a temperatura real no seu interior, evitando desta forma alterações significativas na mesma.

Medidores de temperatura para incubadoras

  • Termómetro adesivo com 12 pontos de temperatura. Este indicador mostra a temperatura atual mediante uma mudança de cor dos pontos de temperatura que tem na etiqueta.

    21,11 €
  • Este produto é fornecido em saquetas de 10 termómetros. Indicador de temperatura com 8 pontos de temperatura do tipo irreversível. Trata-se de um termómetro adesivo que pode ser colado em qualquer superfície ou produto. Os pontos estão marcados com a temperatura em ºC e ºF.

    13,73 €
  • Etiqueta autocolante com 16 pontos de temperatura. Este indicador efetua uma mudança de cor, mostrando em cor verde a caixinha com a temperatura que regista em cada momento. É do tipo reversível, pelo que irá mudando em função dos aumentos ou diminuições de calor que registar.

    21,64 €
  • Termómetro adesivo vertical com 11 pontos de temperatura. Este indicador marca a temperatura mediante uma clara mudança de cor, de preto a vermelho.

    16,54 €

Controlo de temperatura e humidade para incubadoras

O controle da temperatura em neonatos é essencial para o seu desenvolvimento, principalmente na primeira semana. Esse é um dos fatores críticos, além de umidade, freqüência cardíaca e peso do bebê. Bebês prematuros perdem o calor do corpo com facilidade, devido a, entre outras coisas, pele mais fina. Portanto, é necessário um monitoramento contínuo da temperatura corporal e da temperatura do ar da incubadora. Para isso, é comum a aplicação de um sensor no abdome inferior, que informa continuamente a temperatura corporal. As incubadoras também são equipadas com um sensor de ar que regula a temperatura do ambiente dentro da cabine. Dependendo da temperatura do corpo, a temperatura ambiente é ajustada, regulando a temperatura do bebê e mantendo-o estável a 36ºC.

Medidores de temperatura para incubadoras

A importância do controle de temperatura nos incubatórios dos filhotes, assim como em outros parâmetros, os torna totalmente equipados com sensores eletrônicos. No entanto, o uso de etiquetas de temperatura é muito útil, como um sistema redundante e ao mesmo tempo confortável para controle visual rapidamente. As etiquetas de temperatura permitem que qualquer pessoa veja a temperatura atual de maneira fácil e também garantem que os sensores estejam funcionando corretamente. Os termômetros adesivos, basta colá-los do lado de fora da incubadora e eles nos informarão a todo momento da temperatura interna. Da mesma forma, quando o bebê está mais avançado e sai da incubadora, existem termômetros de febre, que permitem grudar na pele e monitorar a temperatura confortavelmente nos primeiros meses. Esses termômetros, através de uma mudança de cor, indicam claramente a temperatura corporal.

Outras incubadoras e controle de temperatura

Além dos incubatórios para recém-nascidos, existem outros tipos de incubadoras, orientadas para animais ou para a reprodução de galinhas. O uso de etiquetas térmicas nessas incubadoras facilita a tarefa de controle e complementa os sensores do tipo eletrônico das mesmas. Vamos ver um exemplo em mais detalhes:

Controle de temperatura para incubadora de frango

A temperatura de uma incubadora de frangos deve estar a cerca de 38 ºC para se conseguirem animais de primeira qualidade. No entanto, é necessário que saiba que este valor pode variar durante todo o processo de incubação, pelo que é necessário que conte com um sensor de temperatura para incubadora em bom estado de funcionamento.

O motivo tem exclusivamente a ver com a mortalidade dos frangos, caso se mantenham a temperatura constante e se cometam os erros seguintes:
  • Uma falta de manutenção no ventilador da incubadora
  • O aumento da quantidade de ovos a incubar
  • Não secar a água que costuma aparecer na base da incubadora
  • Problemas na abertura das comportas
Desta forma, o controlo de temperatura para incubadora é essencial para tirar o máximo partido da sua instalação. Os termómetros adesivos garantem uma forma fácil e claramente visível de controlar a regulação da temperatura. A humidade é outro fator que se deve vigiar, devendo situar-se entre 55 e 60%, aumentando-se em cinco pontos esta última percentagem no momento da eclosão.

A importância do sensor de temperatura para incubadora

Este complemento é imprescindível para facilitar o seu trabalho de controlo e vigilância. Ajudá-lo-á a detetar se os valores da temperatura são demasiado altos, se há alguma alteração brusca, e qual é a temperatura da água que proporciona humidade.

A manutenção do sensor é imprescindível para que, de relance, tenha a capacidade de corrigir o que for necessário. Não é por acaso que lhe aconselhamos que, após os primeiros 10 dias, verifique habitualmente a temperatura da casca de cada ovo, para prever qualquer tipo de problema.

O mais adequado é ir alterando a temperatura à medida que os dias avançam, indo dos 38 aos 35 ºC de forma paulatina. Este método, cientificamente comprovado, permitirá que crie frangos que desenvolvam os seus órgãos internos de forma correta e sem irregularidades.

Mediante os termómetros reversíveis, pode-se verificar em qualquer momento se a temperatura é a adequada. Por outro lado, termómetros irreversíveis como o de 8 níveis permitem que se certifique a temperatura máxima alcançada e que se garanta que o processo foi correto.

Esperamos ter-lhe dado as noções mais básicas, para que lhe seja muito mais fácil conseguir incubar os seus frangos de forma correta e sem preocupações. Contando com sensores de qualidade e efetuando o controlo da temperatura da incubadora, ser-lhe-á muito mais simples.